Estão querendo proibir os pais de elevar a voz e até de dar palmadas para educar.
Mas e os filhos que gritam, maltratam e batem nos pais que não podem se defender? Cadê a justiça quanto a isso?

Não tenho mais autoridade em minha própria casa. Me arrependi tanto de ter tido um filho que fiz vasectomia para não cometer tamanha cagada outra vez. Porque a tendência é de as coisas ficaram cada vez piores para os pais.

Meu filho tem 12 anos e, por não poder xingá-lo, ele se tornou um animalzinho muito exótico.
Usa dois brincos, piercing no nariz, tatuagem de borboleta e pulseiras até no pinto.
Fala um dialeto que já desisti de tentar entender há muito tempo.
Sai de casa a hora que quer, volta quando bem entende.

Ele já tentou me esfaquear quando ficou bravinho de eu tentar lhe impedir de vender a televisão do quarto dele em troca de pó.

Me manda tomar no cu, se foder, ir à merda, cagar no mato e me diz pra cuidar da minha vida todo santo dia. E agora não posso nem levantar a mão para esse demoniozinho. Nem um tapinha na boca por proferir palavrão. Que diacho de justiça é essa?

Se essa lei for aprovada a única solução legal que me restou é chamar a carrocinha e dizer que esse bicho não é meu…

»

  1. First disse:

    First

  2. Tai disse:

    Nossa, que situação difícil… Infelizmente não tenho conhecimentos de causa, pois ainda sou filha e confesso que me irrito muito com meus pais e não sou uma filhinha tão boa assim, apesar de não ser mais adolescente…

    Realmente a fase é muito difícil mesmo, eles querem ser rebeldezinhos para impressionar o grupo de amigos e cada vez se envolvem com coisas mais sérias, tipo as drogas…

  3. Cristiano disse:

    Está na hora de cortar os “privilégios” dele.

    Aqui vão algumas sugestões:

    – Colocar horário para chegar;,
    – Informar onde está sempre que os pais quiserem;
    – Cobrar rendimento escolar;
    – Cortar mesada;
    – Exigir que seja um bom filho;
    – Abandonar as drogas de vez.

    Se não quiser seguir a estas regras, caminho da roça para ele.

    O que não dá é para ficar com um filho assim dentro de casa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s