Sempre admirei a Justiça (com J maiúsculo mesmo).

Não essa justiça pobre sob a qual vivemos. Leis que favorecem mais os criminosos do que aos cidadãos de bem. Policiais não respeitam as leis, são corruptos, se vendem aos bandidos e só fazem merda.

Aqui em casa vivemos sob um Código de Honra próprio. E garanto que funciona muito bem! Até recomendo a todas as famílias que tenham seus próprios códigos para que toda a Justiça seja cumprida com rigor.

Nossas leis devem ser honradas. E devemos ser incorruptíveis. Devemos ter uma moral justa e incorruptível! Nem que seja com quem você mais ama!

Ano passado meu irmão apareceu aqui em casa sem fôlego, sorrindo e com um pacote de bolachas debaixo do braço. Ele me disse que a bolacha custava 4 reais o pacote, que era muito caro, e por isso ele a roubou.

Não tive outra alternativa a não ser cumprir com a Lei. 
Mas se eu o denunciasse às “autoridades”, ele nem seria preso, por ser de menor idade.

Então eu achei melhor fazer valer a Justiça de Verdade.

Chamei este meu irmão. Expliquei o que ele fez de errado (devemos sempre explicar o motivo da punição para eles entenderem e não fazer de novo).
Mandei ele colocar as duas mãos sobre a mesa, o que ele prontamente fez me olhando nos olhos.

Então eu peguei um cutelo e decepei seus dois polegares, para ele não conseguir mais segurar as coisas quando for roubar.

Ele ficou caído no chão chorando de dor e sangrando muito. Eu o deixei lá para que ele meditasse sobre seu erro.
Meu irmão aprendeu a lição e nunca mais roubou. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s