Realmente eu achei meu pau no lixo. Eu só como porcaria. Estou sempre me superando a cada dia.

Vou no forrozão aqui perto, pago umas cervejas pra qualquer biscate horrorosa e já levo pro matagal e como lá mesmo. Tenho uma sorte, só pego aquelas porcas nojentas mesmo. Que cospem no pau e arrotam chope na cara e não sabem nem onde estão de tão bêbadas. Essas são as melhores!

Quando eu era mais novo eu vivia comendo as porcas do sítio do meu tio. Porca animal mesmo. Pra ir treinando, né? Uma vez comi até uma galinha. Mas o pau da gente fica sujo de titica, e no dia seguinte elas cagam ovo cheio de porra em volta. Não recomendo.

Sobre as porcas, eu dou um conselho aos neófitos. Sumam da vista delas depois, nem passem perto, porque elas gamam. 

Minha primeira vez foi com uma leitoa, num momento de necessidade, e depois ela nunca mais largou do meu pé. Aonde eu ia ela ia atrás, todo santo dia se esfregando nas minhas pernas. Meu tio, que era outro comedor de porca, percebeu e ficou me azucrinando por vários anos.

Ontem uma puta bêbada me fez lembrar essa leitoa. Eu tava lá no forrozão já meio mamado, dançando com homem, mulher, traveco e puta que pariu, quando me apareceu essa nega preta desdentada e gorda roliça, que nem uma porca. 

Juntei nela e forrozeamos tropeçando o salão inteiro, paguei umas pinga pra ela e já fomos pro matagal atrás do barracão.

Cortei minha língua beijando ela. Ela não tinha os três dentes da frente e quando eu passava a língua entre as falhas, machucava. O bigode dela também ralava um pouco, mas não machucou.

Tirei o vestido florido dela e ajeitei a porcona de quatro na grama. Aquela visão do inferno, aquele cu peludo, e emendando com os pelos da buceta, aquela floresta negra, me deu o maior tesão. 

Tirei umas bolinhas de papel sujas da porta do cu dela, acho que era papel higiênico cagado. E então mandei pica na desgraçada. Comi ela lembrando da minha primeira vez. Bons tempos aqueles.

Agora eu tô fudido. A baranga desdentada me ligou a manhã inteira aqui no serviço querendo que eu enrabe ela de novo. E com certeza eu vou porque meu pau serve é pra isso. Meter em qualquer buraco fedido e gosmento que eu ver pela frente. Achei no lixo mesmo.

Uma resposta »

  1. Geraldo nunes disse:

    A minha vida e um jogo mais hj eu ganho todas coisar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s