Eu estava cagando tranqüilamente no banheiro de casa.
Só consigo cagar lendo, por isso eu lia O Livro dos Espíritos de Allan Kardek enquanto soltava meu barro matinal.
Meu esfíncter até cortou as fezes quando eu cheguei na parte que fala sobre espíritos obsessores. Achei  terrível o que eles podiam fazer.

Na mesma hora em que meu ânus abriu novamente, ouvi um zumbido maldito vindo da janela e uma cigarra pulou no meu pescoço!

Levei um susto e caí de cima do vaso batendo minha cabeça na pia.
Fiquei tonto e notei que tinha  cagado no chão do banheiro. Fui tentar pegar o rolo de papel higiênico e lá estava ela, zombeteira, olhando pra mim.
Aquele inseto vindo dos infernos começou a cantar alto. Ecoava no banheiro e me levava à loucura.

Aterrorizado, peguei meu chinelo e dei uma estocada na direção dela, que se desviou e voou, grudando na minha cara!
Eu me estapeava e batia com a cabeça na parede e nada daquele bicho se desgrudar de mim.
Então, num ato de desespero, eu me abaixei e enfiei a cabeça dentro do vaso sanitário. Mergulhei meu rosto na água e nas minhas fezes e deixei que a cigarra se afogasse.

Dei a descarga e, antes mesmo de limpar o rosto, eu queimei aquele livro espírita maldito.

Hoje eu só leio a Bíblia evangélica e não leio mais essas coisas do Diabo e Allan Kardek.
Aquela cigarra possuída foi um sinal de Deus para que eu parasse de ler essas coisas demoníacas.

Glória a Deus!

Uma resposta »

  1. Ray disse:

    hahahahhahahhahahhaahhahahahahhaha

    Adoreeei o episódio! Deve ter sido engraçadíssimo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s